Nutrição integral


Não se trata de um assunto somente sobre o que você coloca no seu prato, mas sobre tudo que te alimenta, de forma geral! sobre o que alimenta sua energia, garante o bom funcionamento do corpo e da mente, ajuda você a ter uma boa noite de sono e, consequentemente, maior bem-estar e qualidade de vida.

Segundo Michael Pollan (escritor e guru da Gastronomia), para estar bem nutrido você precisa de muito mais do que comida e água. É claro que estes são elementos essenciais para nossa vida, mas não é só isso. De acordo com sua teoria, existem alimentos primários e secundários:

- alimentos primários: são os mais importantes: a qualidade do ar que você respira, da água que você bebe, seus relacionamentos, atividade física, seu trabalho/ carreira e espiritualidade, por exemplo.

- alimentos secundários: em síntese, estão relacionados ao que você ingere ao longo do dia. Pense quanto você consome de açúcar, sal, cafeína, farinha branca, salgadinhos cheios de calorias e vazios de nutrientes, etc. É fundamental alimentar-se de alimentos que realmente tragam nutrientes e equilíbrio para seu organismo, mas respeitando a Bioindividualidade, ou seja, nem tudo o que é bom para mim é bom para você.

É fundamental que você cuide de sua saúde de forma preventiva. Quando você espera ter algum problema de saúde para readequar sua dieta, pode ser tarde... não espere estar acima do peso ou com o colesterol, triglicérides ou açúcar do sangue altos para aprender a comer. Uma dieta equilibrada previne tudo isso e evita que você tenha que tomar remédios que poderiam ser evitados... Além disso, uma alimentação equilibrada traz mais disposição e clareza mental.

Pollan dá 12 dicas para que você dê os primeiros passos em direção a uma dieta mais saudável:

1. beba mais água; somos 70% água e um corpo desidratado fica doente;

2. aprenda a cozinhar, assim você terá mais consciência do que come e começará a cuidar melhor de si mesmo;

3. faça experiências com mais grãos, aprenda a comer outros tipos de feijão, coma lentilha, ervilha, grão de bico, quinoa, etc...

4. aumente a ingestão de legumes doces, eles tem açúcar natural e fazem com que você tenha menos desejo pelo açúcar refinado;

5. consuma mais as leguminosas verdes que se parecem com árvores (como brócolis e couve flor, por exemplo), elas fazem muito bem ao organismo;

6. busque proteínas nos vegetais, não somente nas carnes;

7. coma menos comidas processadas ou, como diz Pollan, "não coma nada que sua avó não reconheceria como comida";

8. tenha o hábito de nutrir seu corpo, com alimentos primários e secundários;

9. tenha relacionamentos saudáveis;

10. faça atividades físicas regularmente;

11. encontre um trabalho que você ame ou, se você não ama seu trabalho e não pode mudar, procure fazer algo que você ame dentro da sua rotina profissional;

12. desenvolva uma prática espiritual.

Ter boa saúde não significa apenas "não estar doente" mas sim estar bem em sua plenitude, ter uma vida equilibrada e sentir-se bem em todos os aspectos: físico, mental, emocional e espiritual.

Posts Recentes